Tamanho da fonte

 Agricultura
Quarta-feira - 01/12/2021

Alunos do curso sobre noções de administração rural têm planos de negócio aprovados

Por: Edinaldo Moreno
Foto: Divulgação/PMM

O curso Negócio Rural, realizado na Agrovila Paulo Freire, no polo Maísa, zona rural de Mossoró, parceria da Prefeitura de Mossoró através da Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural (SEADRU) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), chegou ao fim nesta semana e todos os 15 participantes tiveram seus planos de negócio escolhidos por eles aprovados.

Zootecnista e técnica de campo do SENAR, Maria Vivianne Freitas destacou que o curso teve excelente aproveitamento. Ela ressalta que os participantes do curso até já começaram a colocar em prática o conhecimento adquirido.

“O curso Negócio Certo Rural para os produtores da Agrovila Paulo Freire teve um excelente aproveitamento. Todos os alunos foram aprovados e todos conseguiram aprovar o plano de negócio da atividade escolhida por eles, inclusive alguns já começaram a colocar as planilhas de controle financeiros repassados em sala de aula. Eles já começaram a colocar em prática”, comemorou.

A instrutora do curso explicou que os participantes aprenderam noções sobre administração rural. “Eles aprenderam a utilizar planilhas para fazer controle financeiro das atividades que eles desenvolvem na propriedade. Além disso, cada um conseguiu montar um plano de negócio de acordo com a ideia que escolheram para colocar em prática”, disse Maria Viviane.

“Nós também, ao finalizarmos o curso, disponibilizamos materiais para eles estarem utilizando no dia a dia da fazenda e também existe uma parte do desenvolvimento das habilidades pessoais de se reconhecerem como um empresário rural, como uma pessoa precisa ter esse domínio dos controles para poder ter esse sucesso no que quiser desenvolver na propriedade”, completou.

Titular da SEADRU, Faviano Moreira se mostrou satisfeito com o resultado do curso. Ele destacou o feedback recebido da instrutora e dos agricultores que participaram da ação na Agrovila Paulo Freire.

“Nós fornecemos noções de economia, de negociação, de contabilidade ao agricultor para que ele tenha condição de precificar o seu produto como, por exemplo, aquele quilo de feijão pode vender por quanto, aquele bolo que a agricultora produz e pode vender por quanto. O curso foi voltado para esse dia a dia da produção e também voltado para as negociações coletivas. O balanço foi muito positivo e temos já um feedback da instrutora e dos agricultores de que realmente esse curso vai ser um ganho para a vida do participante”, disse.




Deixe seu comentário


0 Comentário(s)