Tamanho da fonte

13/10/2021 - Editado há 4 dias

Servidores passam por capacitação para operacionalizar sistema de matrículas on-line

Por: Maricelio Almeida
Foto: Allan Phablo (Secom/PMM)

Teve início nesta quarta-feira (13) a primeira etapa da capacitação voltada para as equipes da Secretaria Municipal de Educação (SME) de Mossoró que irão implementar e operacionalizar o Sistema Integrado de Gestão da Educação (SIGEduc), ferramenta que possibilitará, a partir do ano letivo de 2022, a realização de matrículas 100% on-line em todos os equipamentos da rede municipal de ensino.

Neste primeiro momento, o treinamento contempla as coordenações de Registro e Inspeção Escolar, Educação Infantil e Ensino Fundamental Anos Iniciais e Finais. A capacitação segue nesta quinta (14), em formato virtual, a partir de informações compartilhadas pela empresa SIG Software e Consultoria, responsável pela criação do Sigeduc e vencedora da licitação para implantação do sistema na rede municipal de ensino de Mossoró.

“É um marco para a Secretaria Municipal de Educação, porque representa a transição de uma Secretaria que ficou atrasada, no sentido da tecnologia, com todos os processos de matrículas e registros escolares feitos manualmente, em papel, demandando muito tempo, para um momento que a gente inicia agora, com esse processo de implementação do Sigeduc, de modernização, que contempla toda a Secretaria e a gestão dos processos educacionais”, comenta o professor Hélio Oliveira, coordenador de Registro e Inspeção Escolar da SME.

“Estamos trabalhando diuturnamente para transformar essa realidade há tempos enfrentada pelos pais dos alunos da rede municipal, que muitas vezes, para garantir a vaga do seu filho, tiveram que dormir em frente às escolas e UEIs. Isso não pode e não deve mais acontecer. O processo de implantação das matrículas 100% on-line já está bem encaminhado”, afirma a professora Hubeônia Alencar, titular da Secretaria Municipal de Educação, explicando ainda que, para os pais que tiverem dificuldade no acesso à internet, as escolas e UEIs da rede serão disponibilizadas como ponto para efetivação das matrículas no formato virtual.

O próximo passo no processo de implatação do Sigeduc é capacitar as equipes gestoras das escolas e UEIs. Na sequência será a vez dos professores passarem pela capacitação, já que os docentes também irão operacionalizar o sistema. “Todos os sujeitos que terão contato com o Sigeduc serão capacitados. O momento é de customização do sistema para podermos ofertar a matrícula on-line e o sistema funcionar na sua totalidade”, acrescenta Hélio Oliveira. 

A expectativa é que o Sigeduc comece a funcionar ainda em 2021, disponibilizando o resultado final do ano letivo para os alunos da rede, já no formato 100% virtual. “É importante destacar que havia, por exemplo, um sistema que não funcionava aqui na Secretaria de Educação. Só algumas unidades tinham acesso, mas não os professores. Com a implementação do Sigeduc, toda a rede vai ser informatizada nesse sentido, alcançando as escolas e UEIs, tanto da zona urbana quanto da zona rural”, pontua Hélio Oliveira.

O Sigeduc também representará o fim das filas em escolas e UEIs para pais que buscavam garantir a vaga dos seus filhos nas unidades da rede de ensino, como destaca o gerente executivo de Avaliação, Planejamento, Inovação e Tecnologia da Secretaria Municipal de Educação, Mauro Marciel.

“Nós não teremos mais as filas. Todo o sistema de matrícula será informatizado. Os pais e responsáveis solicitarão essa vaga através da internet. A partir de um sistema de georreferenciamento que o próprio Sigeduc traz, eles vão poder solicitar a vaga e o sistema vai apresentar as unidades mais próximas de sua residência. É mais comodidade, agilidade e melhoria para o serviço que a rede municipal de ensino oferta”, conclui o gerente.



Deixe seu comentário


0 Comentário(s)