Tamanho da fonte

02/09/2021 - Editado há 1 mês

Serviço de Inspeção Municipal solicita selo SISBI para produtos de origem vegetal

Por: Edinaldo Moreno
Foto: Wilson Moreno/PMM

O Serviço de Inspeção Municipal (SIM), órgão da Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural (SEADRU), da Prefeitura de Mossoró, solicitou junto ao Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) o selo do Sistema Brasileiro de Inspeção (SISBI) para produtos de origem vegetal. O evento aconteceu na manhã desta quinta-feira, 2, no auditório da Reitoria da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA).

Caso o pedido seja aceito pelo MAPA, Mossoró poderá ser o primeiro município brasileiro a adquirir essa equivalência. “Isso fortalece o serviço, fortalece o comércio, fortalece o mercado e principalmente os produtores que podem registrar polpa de fruta, bebidas, sucos, cerveja, cachaça. A gente tem sido procurado para registrar suco de laranja, enfim, é um ganho muito grande para todo o município de Mossoró, um orgulho para a gente que faz o serviço de inspeção”, destacou o agrônomo do SIM, Edimar Teixeira.

Edimar frisou ainda que o pleito visa descentralizar o serviço, que fica em Natal. “Todo esse serviço poderá ser feito diretamente aqui no município de Mossoró com a equipe do SIM”.

Ele adianta que com essa equivalência SISBI/POV os produtos classificados como de origem vegetal poderão ser comercializados não só no município, mas atingir um mercado de mais de 200 milhões de habitantes. “Esses produtos poderão ser comercializados em todo o Brasil, que tem um mercado consumidor de 210 milhões de pessoas”.

Titular da Superintendência Federal da Agricultura do Estado do Rio Grande do Norte, Roberto Carlos Papa ressaltou que Mossoró poderá ser o primeiro município do eixo Norte, Nordeste e Centro Oeste a ter o Serviço Brasileiro de Inspeção na área animal e pleitear agora também o selo SISBI na área vegetal.

“Mossoró agora também desenha o pioneirismo na área vegetal. Recebemos a solicitação da Prefeitura de Mossoró e estamos analisando. “Um produto que recebe o selo do Serviço Brasileiro de Inspeção deixa de ser um produto comum e passa a ser um produto que tem a garantia de qualidade, de fitossanidade”.

“O município dando o primeiro passo nessa certificação de produtos de origem vegetal vai trazer a garantia de um produto de qualidade maior e vamos ter essa fruta, nossa hortaliça made in Mossoró no Brasil todo”, comemorou o titular da SEADRU, Faviano Moreira.

“Não só uma tranquilidade, mas uma competitividade muito grande porque nós estamos entrando com a nossa fruta em muitos mercados que não são atacados por outros produtores, outros países. Então, aumenta a nossa chance de colocar toda a nossa fruta com uma boa responsividade, uma boa resposta do mercado pagando, muitas vezes, o preço justo”, disse Fábio Queiroga, presidente do Comitê Executivo de Fruticultura do Rio Grande do Norte (COEX/RN).

 

Fotos: Wilson Moreno/PMM



Deixe seu comentário


0 Comentário(s)