Tamanho da fonte

12/09/2021 - Editado há 1 mês

Secretaria vai apresentar projeto de inseminação artificial em vacas para produtores

Por: Edinaldo Moreno
Foto: Secom/PMM

A Prefeitura de Mossoró, através da Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural (SEADRU), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Norte (SEBRAE/RN) e a Fundação de Apoio ao Instituto Federal do Rio Grande do Norte (FUNCERN) realizam nesta terça-feira, 14, uma reunião com produtores de bovinocultura.

O encontro está marcado para as 10 horas, na Feira do Bode, e servirá para que os organizadores do projeto repassem aos produtores desta cadeia produtiva as condições necessárias de participarem da iniciativa.

Titular da SEADRU, Faviano Moreira explica que o encontro é para apresentar aos produtores o projeto de inseminação artificial em vacas. A reunião será para apresentar a metodologia que será empregada aos interessados em participar da iniciativa. A atividade está dentro do Mossoró Rural.

“Nós estamos convidando os produtores de bovinocultura que tenham interesse em inseminação a fazer parte do projeto. O produtor que vai participar do projeto vai receber assistência técnica de veterinários e de zootecnistas. A presença desses profissionais será mensal”, disse Faviano que ressaltou ainda que o produtor precisará atender alguns pré-requisitos.

“O produtor que vai participar do projeto precisa atender alguns pré-requisitos com relação à nutrição, sanidade de uma maneira geral para que os animais possam ser inseminados”, completou.

Faviano Moreira destaca ainda que a grande vantagem para o produtor que participar do projeto será melhorar geneticamente seu rebanho a médio e longo prazos, além de mais eficientes zootecnicamente e produtivamente. Isso vai fortalecer a atividade da bovinocultura, que é uma das principais atividades aqui da nossa pecuária de Mossoró.

“Na medida em que o produtor consegue ter animais de maior qualidade, ele pode ter o aumento na produção de leite, mais eficientes zootecnicamente e produtivamente. Com isso vai ajudar a desenvolver a atividade na região de Mossoró. A grande vantagem da inseminação é que, ao invés de adquirir de repente um touro, um animal puro por um valor mais elevado, o produtor tenha a condição de inseminar e ter filhos e filhas principalmente de boa linhagem genética. Então, ele pode ter em médio e longo prazos uma renovação do seu plantel sem precisar comprar animais apenas inseminando”, enfatizou.

O projeto de inseminação artificial em vacas é custeado em 70% pelo Sebrae, 15% pela Prefeitura de Mossoró, através da SEADRU, e 15% pelo produtor.



Deixe seu comentário


0 Comentário(s)