Tamanho da fonte


Quarta-feira - 03/01/2018

Secretaria de Saúde realiza ação de bloqueio contra o mosquito Aedes aegypti

Por: Comunicação

A Prefeitura de Mossoró está atenta ao alerta feito pelo Ministério da Saúde e antecipou ações de combate ao mosquito Aedes aegypti. As iniciativas têm como fundamento o número do Índice de Infestação Predial, que é uma estimativa feita em todos os municípios brasileiros sobre a presença de focos do mosquito transmissor da dengue e outras arboviroses. No início do ano de 2017, o índice em Mossoró estava em 7,9% e agora caiu para 4,3%. Mesmo com essa diminuição ao longo do ano passado, o número ainda é preocupante. A Prefeitura, prevendo uma situação de risco devido a ocorrência de chuvas , fez com que a Secretaria de Saúde antecipasse ações de combate ao Aedes aegypti. Essa semana a Secretaria de Saúde está executando borrifação nos bairros onde foi registrado o maior número de casos suspeitos como dengue, zika e chikungunya. As Barrocas é o primeiro bairro da cidade a receber o trabalho. Os agentes de endemias do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) estão trabalhando de segunda a sábado nas ruas do bairro para bloquear a transmissão dessas doenças, das 16h às 19h, por ser o horário mais eficaz de aplicação do inseticida. Após cada ciclo de aplicação é necessário existir um intervalo de três dias, devendo ser retomado no quarto dia para continuar o processo de combate ao mosquito transmissor. “A gente está acompanhando toda semana epidemiológica, se for acontecer um aumento de caso nós vamos parar o bloqueio com as máquinas leves para acionar o bloqueio com máquina pesada, que é mais conhecido como carro fumacê”, explica a Coordenadora do Centro de Controle de Zoonoses, Edinaidy Menezes. Nesta semana está ocorrendo o planejamento para dar início a outras atividades de mobilização, educação em saúde e a continuação da visita dos agentes de endemias no município. Nos próximos dias os bairros Santo Antônio e Abolição receberão a visita dos agentes. O combate ao Aedes aegypti é uma luta coletiva que precisa do apoio de todos os mossoroenses. A Secretaria de Saúde disponibilizou o Disque Dengue (3315-4833) e pede que toda a sociedade contribua denunciando onde existem focos do mosquito transmissor.



Deixe seu comentário


0 Comentário(s)