Tamanho da fonte

14/09/2021

Secretaria apresenta a bovinocultores projeto sobre inseminação artificial em vacas

Por: Edinaldo Moreno
Foto: Wilson Moreno/PMM

A Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural (SEADRU) apresentou nesta terça-feira, 14, projeto de inseminação artificial em vacas para produtores que queiram participar do projeto. Participam também da ação o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Norte (Sebrae/RN) e Fundação de Apoio ao Instituto Federal do Rio Grande do Norte (Funcern).

O produtor rural Fabiano Oliveira destacou o trabalho de inseminação artificial em vacas. Ele ressalta que há melhoramento genético para aumentar a capacidade leiteira.

“Ele vai ter um animal de um poder genético melhorado e aptidão maior para a produção leiteira. Nossa média a nível de região é em torno de 10 a 15 litros e a nossa intenção é que alcance um nível aproximado de 20 a 25 litros diários. São poucos com coragem de investir para ter esse retorno e diante do quadro que vivemos hoje precisamos cada vez mais inovar para que se possa acompanhar a evolução tecnológica”.

Analista do Sebrae, Lecy Gadelha explica que o projeto é de fundamental importância para que o bovinocultor mude a genética e a produtividade da bacia leiteira do município. O produtor pode participar do programa através do Sebraetec.

“Dentro do Sebrae temos um incentivo através do programa Sebraetec. Nele, o Sebrae entra com 70% da consultoria, a Prefeitura de Mossoró com 15% e o produtor com os outros 15%. Essa é uma forma de mudar a nossa bacia leiteira e fazer com que a inseminação artificial mude a concessão do nosso rebanho”.

Faviano Moreira, titular da Secretaria de Agricultura, informou que a reunião desta terça-feira foi para apresentar a metodologia e que a participação do bovinocultor melhorará seu rebanho.

“Além do animal com maior produção, o produtor vai ter um menor custo e não precisará comprar um touro puro de grande valor. Ele pode comprar esses animais com um valor menor subsidiado pela Prefeitura e pelo Sebrae. Ele tem vantagens econômicas e produtivas. O produtor vai conversar com a nossa equipe. Para isso, o bovinocultor precisa entender que da porteira para dentro tem que ter toda uma organização, manejo, sanidade e instalações. E da porteira para fora, você terá toda a sua parte de documentação. Faça sua inscrição, converse com a nossa equipe técnica e explique a situação. Se tudo der certo e estiver dentro do orçamento do produtor, ele já inicia a consultoria”, finalizou.



Deixe seu comentário


0 Comentário(s)