Tamanho da fonte

29/11/2017 - Editado há 3 anos

Saúde inicia planejamento para ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti

Por: Maxmeio

O Ministério da Saúde emitiu nesta terça-feira um alerta sobre os cuidados que a população deve ter para combater o mosquito Aedes Aegypti, após a divulgação do novo Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), que apontou 357 municípios brasileiros em situação de risco de surto de dengue. Mossoró está entre os municípios que estão em alerta, com o LIRAa em 4,2. Municípios que apontam um levantamento maior que 4, são considerados em risco de surto de dengue. A Secretaria Municipal de Saúde de Mossoró já intensificou as ações de combate ao mosquito e já planeja estratégias para eliminar os focos do aedes aegypti em todos os bairros. "O município já está organizando as equipes de agentes de endemias para realizar mutirões aos finais de semana com o objetivo de eliminar o mosquito. É preciso também que a população faça a sua parte", disse o secretário municipal de saúde, Benjamin Bento.
A diretora da Vigilância à Saúde, Iranilde Campos, falou da importância do apoio da população para que esse índice seja reduzido, principalmente com a proximidade do período chuvoso e também com a chegada das férias, onde muitas pessoas viajam. "A população precisa entender a importância de cuidar da sua casa. Estamos chegando no período de férias, muitas pessoas viajam e deixam suas casas fechadas, é preciso cuidar dos quintais e tomar todos os cuidados para evitar a proliferação do mosquito", disse ela.
Casos
Em Mossoró de janeiro a ao dia 23 de novembro foram registrados 1014 casos de dengue e 17 casos da febre chicungunya. Nenhum caso de Zika foi registrado em 2017.
Proximidade do período chuvoso requer cuidados
O verão está próximo e de acordo com a meteorologia, a previsão é que as chuvas em 2018 cheguem ao estado. Então é preciso que a população fique atenta aos possíveis criadouros do mosquito Aedes Aegypti.
Segundo o Ministério da Saúde, 2/3 dos criadouros estão nas residências, por isso é preciso atenção redobrada no período chuvoso, já que a probabilidade do acúmulo de água é maior. É preciso a população está atenta aos focos do mosquito e eliminá-los:
- Tampe os tonéis e caixas d'água;
- Mantenha as calhas sempre limpas;
- Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo; - Mantenha lixeiras bem tampadas; - Deixe ralos limpos e com aplicação de tela; - Limpe semanalmente ou preencha pratos de vasos de plantas com areia; - Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais; - Retire água acumulada na área de serviço.


Deixe seu comentário


0 Comentário(s)