Tamanho da fonte

 Agricultura
Quinta-feira - 02/12/2021

Parceria entre INCRA e SEADRU dá continuidade à emissão de DAPs

Por: Edinaldo Moreno
Foto: Walmir Alves/SECOM/PMM

Devido a importância da região, tendo Mossoró como município que abrange uma quantidade de assentamentos significativos dentro do Plano Nacional de Reforma Agrária, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), em parceria com a Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural (SEADRU), deu continuidade ao mutirão de emissão da Declaração de Aptidão ao Pronafe, mais conhecida com DAP.

Este é o terceiro mutirão e o último do ano, como explica o Analista de Reforma e Desenvolvimento Agrário do INCRA/RN, Gledson Ferreira. Ele destacou que a continuidade se fez necessário para que o assentado possa ter acesso às políticas públicas que o documento dá acesso.

“Em virtude da importância do município, se fez necessário a gente retomar a continuidade do mutirão para emissão dessas DAPs sempre com intuito e oportunizar o beneficiário, não só um possível financiamento, mas o acesso às tantas políticas públicas que o documento proporciona”, disse o analista.

Gledson Ferreira informou que aproximadamente 1.500 DAPs foram emitidas. Deste total, pouco mais de 500 somente na segunda maior cidade do Rio Grande do Norte. Mossoró tem 34 assentamentos registrados pelo órgão nacional.

“Boa parte dos assentados do Estado está concentrado aqui na região de Mossoró. Então, o mutirão requer uma atenção especial da superintendência do INCRA. Essa parceria com a Secretaria de Agricultura tem levado ao homem do campo esse documento com mais facilidade. Ao todo, existe uma estimativa de 1.500 DAPs emitidas. Em Mossoró, o número já passou das 500”.

Coordenadora de Fomento a Projetos Rurais da SEADRU, Williane Lima enfatizou a importância do assentado adquirir o documento. Através dele, os agricultores têm acesso às políticas públicas, como financiamento, empréstimos.

“O agricultor vai inviabilizar o acesso a programas realizados pelo município sem a DAP. Esse documento vai liberar esse acesso do produtor aos programas também que são realizados pela PMM e aos outros acessos para desenvolver suas atividades”, destacou.




Deixe seu comentário


0 Comentário(s)