Tamanho da fonte

26/08/2021

Palestra aborda importância do aleitamento e introdução alimentar na primeira infância

Por: Edinaldo Moreno
Foto: Cedida

Dando sequência a Semana do Bebê e as atividades da Primeira Infância, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Juventude (SMDSJ) realizou nesta quinta-feira, 26, uma roda de conversa no Centro de Referência da Assistência Social do conjunto Redenção sobre alimentação para crianças de até seis anos de idade.

A responsável pelo setor de nutrição da SMDSJ, Milena Aires Cajarana, destacou que a atividade enfatizou a importância de hábitos alimentares saudáveis durante a primeira infância.

“Abordamos para as mães presentes a importância do aleitamento materno nos primeiros meses de vida da criança e também as diferentes composições e diferentes situações. A comida que a mãe ingere vai variar o sabor do leite e com isso aumentar a variedade de sabores apresentados ao bebê podendo ajudar na introdução alimentar”, disse.

Milena Cajarana também destacou a dificuldade que as lactantes têm para amamentar seus filhos no período da madrugada. No entanto, ela explica que esse período do dia é de suma importância no período de amamentação do bebê.

“Outra questão muito importante é uma dificuldade que a mãe enfrenta com relação a amamentar seu filho durante a noite toda, incluindo a madrugada. Ela se sente cansada, incomodada, precisa dormir e a gente entende demais, mas esse período de amamentação durante a noite é rica em melatonina. É o hormônio que somente é produzido durante o sono. Essa amamentação ofertada ao bebê vai auxiliar no sono do bebe”, iniciou.

“Durante os três primeiros meses esse bebê não produz esse hormônio. Então, ele vai precisar desse hormônio que é passado através do leite materno, no caso vindo da mãe. De madrugada esse leite vai estar cheio de anticorpos importantes para a imunidade”, completou.

A nutricionista também abordou a transição da amamentação para a introdução alimentar para as crianças.

“Dando continuidade a roda de conversa falamos da importância dessa amamentação pensando na introdução alimentar. Ela vai facilitar nesse processo e abordamos a questão dos hábitos alimentares da família. Quando a criança começa a se alimentar vai precisar dessa boa alimentação vindo da família para que ela também comece com bons hábitos alimentares”, exemplificou.

Por fim, Milena Aires ainda destaca que a introdução alimentar deve ser realizada lentamente alimento por alimento e que não é indicado que os alimentos sejam misturados nessa fase do bebê. “Ela precisa desenvolver o gosto por cada alimento. A criança precisa sentir individualmente cada sabor de cada alimento. É importante que seja uma alimentação variada de frutas e legumes, que sejam apresentadas individualmente em dias diferentes”.



Deixe seu comentário


0 Comentário(s)