Tamanho da fonte

16/05/2017 - Editado há 1 ano

Mossoró Cidade Junina como gerador de emprego e renda é tema de palestra

Por: Maxmeio

As potencialidades econômicas do Mossoró Cidade Junina foram apresentadas em evento de empreendedorismo realizado pela Universidade Potiguar (UNP). A vice-prefeita Nayara Gadelha participou do seminário ao lado do secretário de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Turismo, Lahyre Neto, palestrante da noite.

O objetivo das palestras foi o de discutir fatores que geram emprego e renda e a importância dos eventos culturais.

Em sua fala, o secretário Lahyre Neto destacou a importância do Mossoró Cidade Junina não apenas como um evento artístico e sim cultural.  "O que Mossoró tem de forte para atrair os turistas? Os eventos, a cultura. O slogan do Mossoró Cidade Junina deste ano é o de ser o São João mais cultural do Brasil. Nós temos essa característica. Por exemplo, muita gente se refere ao Chuva de Bala como um evento à parte devido o seu tamanho. O espetáculo conquistou um respeito muito grande. Fomento e incentivo à cultura é também promover o Festival de Quadrilhas, Chuva de Bala, Cidadela e, através desses eventos, poder fomentar o turismo", comentou.

Lahyre ressaltou que em um estudo foi constatado que o valor empregado no Cidade Junina retorna ao menos de três a quatro vezes a mais para a cidade, sendo assim não é um gasto, é investimento. O secretário falou também em um dos pontos que é preciso sempre estar democratizando o evento.  "Muitos vendedores tiram o sustento para alguns meses no Cidade Junina, que é por lei patrimônio histórico e cultural do RN. É preciso ser ampliado, democratizado. A gente precisa estar sempre conversando e ouvindo. Enquanto estive vereador sempre disse que crítica construtiva é bem vinda. Estamos procurando ouvir a todos para que a gente possa cada vez mais democratizar e ampliar a nossa festa", disse.

Marcelo Bandiera, um dos organizadores do Empreende, destacou o que fez implantar o evento no município. "Quando a gente começou a pensar no processo do Empreende aqui,  o primeiro tema que surgiu foi cultura. Pensamos na terra de gente criativa e batalhadora. Mossoró é uma terra de empreendedores. Então nós fomos muito felizes em ver esse evento surgindo porque ele é fruto do DNA desse povo", concluiu.



Deixe seu comentário


0 Comentário(s)