Tamanho da fonte

21/06/2021

Fiscalizações são intensificadas para conter avanço da Covid-19

Por: Wesley Duarte
Foto: Wilson Moreno

As fiscalizações no combate à pandemia seguem ocorrendo de forma intensificada em Mossoró. A Secretaria de Segurança Pública, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Trânsito (SESEM), juntamente com a Vigilância em Saúde, continuam verificando o cumprimento do decreto estadual.

O serviço de inspeção noturna da Vigilância em Saúde, realizado de quinta (17) a domingo (20), resultou em 15 autos de infrações, além de 9 notificações e 1 interdição. As fiscalizações acontecem com apoio da Guarda Civil Municipal e agentes de trânsito.

“Estamos fiscalizando para que as pessoas entendam a necessidade do cumprimento dos protocolos de biossegurança. Precisamos da ajuda da população e empresários para frear o avanço da doença. Aqui faço um pedido, se forem aos estabelecimentos, cumpram o horário do toque de recolher, mantenha o distanciamento, sigam os protocolos”, explicou Cinthia Araceli, fiscal da Vigilância em Saúde.

O objetivo das fiscalizações é conter o avanço da doença. Nesta segunda-feira (21), Mossoró registrou a marca de 23.804 casos confirmados de Covid-19. Desde o início da pandemia, a cidade contabiliza 548 óbitos pela doença.

O novo texto do decreto do Governo do Rio Grande do Norte (Decreto Nº 30.641, de 08 de junho de 2021), mantém o “toque de recolher”. O intuito da medida é diminuir o fluxo de pessoas em espaços público e privado das 22h às 05h da manhã do dia seguinte. A vigência do decreto se estende até quarta-feira (23).

A coordenadora da Vigilância em Saúde, Ivanelma Fernandes, relata que após autuações, houve mudança no comportamento dos estabelecimentos. “Diante das ações punitivas, os estabelecimentos estão cumprindo o decreto estadual. Já conseguimos ver mudanças na conduta de alguns estabelecimentos que costumavam descumprir o toque de recolher. 

O titular da SESEM, Cledinilson Morais, enfatiza que as fiscalizações têm como propósito salvar vidas. “As forças de segurança de Mossoró, em uma ação conjunta, fiscalizam o cumprimento do toque de recolher. É muito importante neste momento a conscientização. De segunda a segunda, nossas equipes estão empenhadas neste trabalho que tem um único objetivo: Salvar vidas”, destaca Cledinilson. 

“O estabelecimento que descumprir o decreto em vigência é autuado. A partir desse momento será aberto um processo administrativo. Após julgamento, a multa pode variar de 1 mil até 25 mil reais”, finaliza Cinthia Araceli.




Deixe seu comentário


0 Comentário(s)