Tamanho da fonte

11/06/2021 - Editado há 2 dias

CRAS Bom Pastor inicia projeto para comunidade surda de Mossoró

Por: Edinaldo Moreno Foto: Cedida

O Centro de Referência da Assistência Social do bairro Bom Jesus (CRAS Bom Jesus) iniciou o projeto CRAS – Bilingue com objetivo de tornar acessível em Libras as informações relacionadas à Política de Assistência Social para a comunidade surda de Mossoró.

A coordenadora do CRAS Bom Pastor, Wislênia Praxedes, disse que a iniciativa é realizada por toda a equipe do equipamento e tem parceria do Centro Estadual de Capacitação de Educadores e Atendimento ao Surdo (CAS) e a Associação de Surdos de Mossoró e Região (ASMOR).

“Esse projeto tem parceria com o CAS, que é o Centro Estadual de Capacitação de Educadores de Atendimento ao Surdo e o ASMOR, que é a Associação dos Surdos de Mossoró e Região. Estivemos agora na última quarta a abertura que foram 30 participantes e foi um momento bem gratificante em que podemos conhecer mais sobre essa comunidade”, destacou.

Wislênia Praxedes explica que o projeto ocorrerá de 15 em 15 dias sempre as quartas-feiras de forma online, tendo como público-alvo a comunidade surda de Mossoró, mas também para qualquer interessado em participar da palestra.

"Esses encontros são quinzenais a partir das 15h30 nas quartas-feiras online pela plataforma Zoom. O público-alvo é a comunidade surda de Mossoró, porém, quem tiver quem tiver o interesse em participar desse momento serão sempre bem-vindos. Ele é um encontro, uma palestra para que nós possamos também dar direito a comunidade surda ter um conhecimento sobre a assistência social”.

“A ideia de elaborar o projeto Cras - bilíngue surgiu da minha participação na Comunidade Surda de Mossoró e de um questionamento sobre como divulgar os serviços socioassistenciais para as pessoas surdas do município, de modo que cada vez mais elas pudessem acessar a política de assistência social na língua materna delas, na Língua Brasileira de Sinais - Libras. Portanto, organizamos todo o projeto para ser conduzido em Libras. O projeto só é possível graças ao apoio da Associação dos surdos de Mossoró e Região (ASMOR), do Centro estadual de capacitação de educadores e atendimento ao surdo ( CAS) e da Secretaria de Desenvolvimento Social e da Juventude do município”, disse Diego Menezes, psicólogo e um dos idealizadores do projeto.

A secretária de Desenvolvimento Social e Juventude destaca a importância da iniciativa para a comunidade surda do município. "Esse projeto é fantastico. A assistência social precisa ser inclusiva, precisa ser para todos. O CRAS Bom Pastor tem tudo para se tornar referência para a comunidade surda.

A comunidade surda refere-se às pessoas portadoras de deficiência auditiva. Essa comunidade também abrange os familiares dos surdos, tradutores e intérpretes da Língua Brasileira de Sinais e demais pessoas que trabalham ou socializam com pessoas surdas.