Tamanho da fonte

02/12/2017 - Editado há 3 anos

Comitê de Combate às Arboviroses discute ações para eliminação do Aedes Aegypti

Por: Maxmeio

Na manhã desta sexta-feira o Comitê de Combate às Arboviroses esteve reunido na Secretaria Municipal de saúde para discutirem ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti. O Comitê é formado por representantes das secretarias de educação, defesa civil, serviços urbanos, Tiro de Guerra, Câmara de Vereadores, Centro de Controle de Zoonoses e Sesap.
As estratégias estão sendo antecipadas após a divulgação do novo Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), que apontou 357 municípios brasileiros em situação de risco de surto de dengue.
Mossoró está entre os municípios que estão em alerta, com o LIRAa em 4,6. Municípios que apontam um levantamento maior que 4, são considerados em risco de surto de dengue.
A diretora da Vigilância à Saúde, Iranilde Campos, destacou a importância da união de todas as entidades para que o combate seja eficiente. "É preciso união de todos para que a gente consiga diminuir os focos e evitar uma epidemia de dengue no nosso município", disse ela.
Em Mossoró, de janeiro ao dia 27 de novembro foram notificados 1.186 casos de dengue e 1.016 foram confirmados. Da febre chikungunya foram notificados 609 casos e 17 confirmados. De Zika nenhum caso de zika foi confirmado.
Os bairros com LIRAa mais alto são o Dix-Sept Rosado (16,1%), Bom Jardim (12,1%), Alagados (10%), Bom Jesus (9,5%), Planalto 13 de Maio (8,9%), Santo Antônio (7,4%), Alto da Conceição (6,8%), Dom Jaime Câmara (6,2%), Sumaré (6,1%) e Lagoa do Mato (5,8%).


Deixe seu comentário


0 Comentário(s)