Tamanho da fonte

 Saúde
Sexta-feira - 25/02/2022

Campanha de prevenção à gravidez na adolescência é encerrada em Mossoró

Por: Sayonara Amorim
Foto: Walmir Alves (Secom/PMM)

Durante todo este mês de fevereiro, a Secretaria Municipal de Saúde, através da Coordenação de Atenção Básica à Saúde, realizou várias ações dentro da campanha de prevenção à gravidez na adolescência. Na manhã desta sexta-feira (25), aconteceu o encerramento das atividades no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) do bairro Aeroporto, trecho mais conhecido como Quixabeirinha.

As ações realizadas hoje, no encerramento da campanha, constaram de palestra com médicos, assistente social e com a presença de adolescentes que receberam orientações sobre como prevenir a gravidez através do uso de métodos contraceptivos e sobre os riscos de uma gravidez precoce para a saúde das adolescentes.

A campanha de prevenção à gravidez na adolescência aconteceu em parceria entre as secretarias de Saúde, Assistência Social e Educação. Responsável pela política de Atenção Integral à Saúde da Mulher, da Secretaria Municipal de Saúde, Suiann Costa reforçou que as ações realizadas com adolescentes acontecem durante o ano todo e são intensificadas durante o mês de fevereiro dentro da campanha de prevenção.

Orientadora social e mobilizadora do Núcleo de Cidadania do Adolescente (NUCA) dos CRAS Quixabeirinha e Redenção, Camila Cibelle Pinheiro destacou que durante este mês foram realizadas atividades com os adolescentes que resultaram na produção de desenhos retratando a campanha. “Eu já tinha conhecimento que alguns adolescentes tinham muito talento para o desenho e então propus que eles produzissem desenhos sobre o tema e o resultado foi muito positivo”, detalhou.

As atividades realizadas com os(as) adolescentes em Mossoró estão conseguindo chegar ao objetivo que é levar informações e conscientização sobre os riscos da gravidez precoce e sobre os métodos contraceptivos para o público adolescente. “Através das atividades aqui no CRAS a gente consegue ter as informações que não conseguimos em casa, porque não existe essa conversa com nossa família”, a declaração é da estudante Lívia Grazielly Figueiredo, 16 anos.

Para Wigna Vitória, 15 anos, que também participa das atividades no CRAS, a informação sobre métodos contraceptivos e sobre os riscos de engravidar na adolescência são muito importantes para evitar problemas. “Eu tenho uma amiga que ficou gravida adolescente e perdeu o bebê, ela enfrentou muitos problemas e ficou muito triste com tudo que aconteceu com ela”, relatou.

O programa “Mãe Primavera”, desenvolvido numa parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde e Faculdade de Ciências da Saúde (FACS), atua como um suporte importante no atendimento às mães adolescentes. O programa disponibiliza atendimento especializado de pré-natal e todo atendimento necessário na área de ginecologia e obstetrícia.

 

 


Podcast Mais Mossoró





Deixe seu comentário


72 Comentário(s)





































  • UZJglwlz
    (select(0)from(select(sleep(15)))v)/*'+(select(0)from(select(sleep(15)))v)+'"+(select(0)from(select(sleep(15)))v)+"*/



























  • (select(0)from(select(sleep(15)))v)/*'+(select(0)from(select(sleep(15)))v)+'"+(select(0)from(select(sleep(15)))v)+"*/
    555