Tamanho da fonte

07/08/2021 - Editado há 2 meses

"Agosto Lilás": Campanha comemora os 15 anos da Lei Maria da Penha

Por: Wesley Duarte
Foto: Wilson Moreno

A Guarda Civil Municipal (GCM), por meio da Patrulha Maria da Penha, comemora neste sábado (7) o aniversário da Lei Maria da Penha, que completa 15 anos. A data é lembrada durante todo o mês de agosto através da campanha “Agosto Lilás”. O movimento tem como propósito lutar pelo fim do ciclo da violência contra as mulheres em suas diversas formas. 

Com o tema “Violência contra a mulher não tem desculpa, tem lei”, a Secretaria de Segurança Pública, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Trânsito (SESEM) e a Secretaria de Desenvolvimento Social desenvolvem ações educacionais alertando à população sobre os meios de denúncia em caso de violência doméstica ou familiar contra a mulher.

A campanha de conscientização acontece nas redes sociais e em unidades públicas do município. Coordenadora de ações educativas da Patrulha Maria da Penha, Lílian Cynthia destaca a importância de debater o tema na comunidade. “Vamos realizar diversas ações com o intuito de levar informações às mulheres sobre a importância da denúncia em caso de violência doméstica. Vamos iniciar na Avenida Rio Branco, levando os canais de denúncia para a população. Também iremos realizar ações nas Unidades Básicas de Saúde, para que a comunidade conheça o trabalho desenvolvido pela Patrulha ”, explicou.

Secretário de Segurança, Cledinilson Morais comemora a atuação da Patrulha Maria da Penha. “Em apenas 8 meses, a Patrulha Maria da Penha já atendeu mais de 240 medidas protetivas expedidas pelo Judiciário. É um trabalho em conjunto que está apresentando resultados bastante significativos. A Guarda Municipal está para servir à população. Caso precise, pode contar com a nossa Patrulha”, disse.

Em caso de violência contra a mulher, a vítima pode contar com o apoio do serviço de emergência da Guarda Civil Municipal (GCM). A central funciona 24h através do número 153. A GCM também conta com canal exclusivo de denúncia no WhatsApp (84) 9 8631-7000.

 



Deixe seu comentário


0 Comentário(s)